Goiás informa que mais de 36 mil parcelamentos vencem na segunda-feira, 25-10

Os contribuintes que parcelaram dívidas de ICMS, ITCD e IPVA junto à Secretaria da Economia, seja com os benefícios do programa Facilita ou não, devem ficar atentos: o prazo para pagar o parcelamento de outubro vence nesta segunda-feira (25/10). Ao todo, 36,1 mil parcelas, no valor  de R$ 54,6 milhões, vencerão na próxima semana.O contribuinte pode emitir o boleto de parcelamento  pelo aplicativo para celular EON-Economia Online, ou direto no site da Economia. No site, basta acessar basta clicar no ícone Parcelamento e escolher as opções: 1)  Para ICMS e ITCD - clicar em Emitir Parcela;  2) Para IPVA - clicar em  Parcelamento IPVA.O gerente de Processos e Cobrança da Superintendência de Recuperação de Crédito (SRC) da Economia, Reginaldo Gonçalves, ressalta que o contribuinte que estiver em dívida com mais de duas parcelas  ainda pode regularizar sem perder os descontos do acordo. “Ainda está em vigor o decreto do governo que suspendeu o cancelamento das negociações por atraso durante a pandemia”. Porém, ressalta o gerente, “após o fim dos efeitos do decreto, quem estiver com mais de duas parcelas em atraso terá perdido automaticamente os benefícios da negociação. Então, ainda dá tempo de quitar os atrasos, sem perder os benefícios negociados”.Do total de 36,1 mil parcelas que vencerão na segunda-feira (25/10), 15,8 mil foram realizadas com os descontos do Programa Facilita que concedeu quase 100% de abatimento nos juros e multas. Para verificar a situação do parcelamento da dívida, o contribuinte pode entrar em contato com o Call Center da SRC. O atendimento é das 7 às 19 horas, de segunda a sexta, no número central 62 3309 6700.  
22/10/2021 (00:00)

Notícias

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Contate-nos

Fernando de Araújo Góes  01  Ed. Comercial Santa Cruz, Sala 103
-  Pernambués
 -  Salvador / BA
-  CEP: 41100-200
+55 (71) 3018.0204
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia